Sexta, 21 de Junho de 2024
24°

Tempo nublado

Itaituba, PA

Saúde Rejuvenescimento

Fios de sustentação: entenda como funciona o tratamento para rejuvenescimento facial

Biomédica esteta explica os benefícios e cuidados dos tratamentos com fios para uma aparência mais jovem

24/05/2023 às 17h33
Por: Andria Almeida Fonte: Portal RB1
Compartilhe:
Foto: Canva
Foto: Canva

Os procedimentos estéticos faciais têm sido cada vez mais procurados por aqueles que buscam prevenir ou retardar o envelhecimento. Para pessoas que desejam um procedimento minimamente invasivo para o rejuvenescimento da pele, as opções de tratamentos com fios têm ganhado cada vez mais força no mercado estético. A biomédica esteta Deusiane Silva explica sobre os efeitos e indicações desses procedimentos.

De acordo com a biomédica esteta, esses procedimentos trazem resultados eficazes a longo prazo, além de não oferecerem riscos à saúde e permitirem que o paciente retorne às suas atividades cotidianas em pouco tempo. "Com o tempo, a pele perde o movimento das estruturas faciais, ocorre a diminuição da camada de gordura e redução na produção de colágeno. Os procedimentos com fio são excelentes bioestimuladores para o rejuvenescimento facial, porém, trazem resultados distintos e são aplicados em diferentes áreas do rosto", explica ela.

Biomédica esteta Deusiane Silva.

Um exemplo de procedimento com fio é o de sustentação, que pode ser aplicado em áreas próximas às sobrancelhas e aos olhos. Isso ocorre porque os fios de PDO são formados por polidioxanona, um polímero biocompatível e biodegradável ao longo do tempo. "Devido à excelente biocompatibilidade e baixa resposta inflamatória, esse material é utilizado em clínicas estéticas como implante sob a derme para estimular nossos fibroblastos a produzir colágeno e manter a juventude da pele", relata.

Os efeitos dos fios vão além do estímulo de colágeno. Deusiane explica que os fios de PDO com garras são capazes de realizar um efeito de levantamento das estruturas faciais, reduzindo a aparência de rugas como o "bigode chinês", "marionete" e "buldogue". "O que garante o efeito de lifting não é o fio em si, mas sim a formação de uma rede de colágeno, que se forma sobre o músculo e abaixo da pele tratada, sendo a principal responsável pela sustentação da pele", destaca.

O procedimento reduzindo a aparência de rugas como o "bigode chinês". (Foto: Canva)

Existem restrições para o procedimento?

Para realizar o procedimento estético, a especialista alerta que o paciente deve estar gozando de boa saúde e não estar em tratamento de alguma doença ativa. O tratamento é contraindicado para pessoas com doenças autoimunes, hepatite B e C, infecção por HIV, gravidez e amamentação, tratamento anticoagulante, infecção ou história de formação de queloides, diabéticos descompensados ou portadores de síndromes metabólicas descompensadas.

"Doenças secundárias e o uso de medicamentos podem influenciar significativamente no sucesso do tratamento", ressalta.

Efeito e duração

O tratamento com fios de PDO de sustentação contribui para o rejuvenescimento facial a longo prazo. Durante o tratamento, o procedimento promove o efeito de levantamento de estruturas faciais, reposicionamento de tecidos, além de estimular intensamente a produção de colágeno. No entanto, ela ressalta que os fios não proporcionam um aumento volumoso nos tecidos. "Eles oferecem um tratamento com resultados mais naturais que respeitam a estrutura facial do paciente", afirma.

A duração dos resultados do tratamento depende do grau de flacidez, estilo de vida e condições de saúde do paciente, bem como do tipo de fio escolhido e da quantidade utilizada, juntamente com outros tratamentos simultâneos. "O efeito lifting pode durar até 12 semanas, sendo que o fio é completamente absorvido pelo organismo após 48 semanas de implantação, período em que continua estimulando a produção de colágeno. Para manter o efeito de sustentação, idealmente o procedimento deve ser repetido a cada 4 a 6 meses, e para manter o estímulo contínuo de colágeno, recomenda-se sua reaplicação a cada 12 meses", detalha.

O procedimento requer manutenção?

"Ao contrário da necessidade de manutenção, os procedimentos com fios exigem continuidade do tratamento devido ao processo contínuo de envelhecimento celular", explica a esteticista.

A especialista também esclarece que, embora eficaz, a implantação de fios de sustentação não impede o surgimento de rugas com o passar do tempo. "O processo de envelhecimento ocorre de forma contínua e é necessário manter o estímulo de colágeno para preservar os resultados", conclui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.