Segunda, 16 de Maio de 2022
25°

Muitas nuvens

Santarém - PA

Polícia Intervenção policial

Suspeito morre em intervenção policial após participar de homicídio em Altamira

Homem teria atirado contra a PM durante tentativa de abordagem. Caso ocorreu nesta segunda-feira (02), após homicídio em uma barbearia.

03/05/2022 às 10h48 Atualizada em 03/05/2022 às 11h02
Por: Inácio dos Santos
Compartilhe:
Rafael Salgado de Lima morreu após atirar contra uma guarnição da polícia. (Foto: Reprodução).
Rafael Salgado de Lima morreu após atirar contra uma guarnição da polícia. (Foto: Reprodução).

Rafael Salgado de Lima, de 25 anos, morreu em uma intervenção policial que ocorreu nesta segunda-feira (02), no Bairro Mutirão, em Altamira, no sudoeste do Pará. Ele é suspeito de participar de um homicídio que também ocorreu ontem. As informações são dos sites Confirma Notícias e A Voz do Xingu.

De acordo com o que foi apurado, o crime ocorreu no início da noite, em uma barbearia. A guarnição da ROCAM da Polícia Militar foi comunicada sobre o fato por volta das 18h30. Na ocasião, receberam a informação de que o jovem Francisco Simão de Souza Júnior havia sido morto no Bairro Independente I.

De posse do que foi repassado e diante das características dos suspeitos, os policias iniciaram as buscas e conseguiram avistá-los em um local próximo da Rodovia Transamazônica. Os dois seguiam em direção a entrada do Bairro Mutirão. Nesse ínterim, Rafael, popular “Zé do Caixão”, entrou em uma residência, e o outro indivíduo conseguiu fugir.

Francisco Simão de Souza Júnior, vítima. (Foto: Reprodução).

Durante tentativa de abordagem, Rafael, em posse de uma arma, tentou empreender fuga pelos quintais, mas não conseguiu. Diante disso, ele tentou contra os policiais, que revidou a injusta agressão. Os disparos atingiram Rafael, que ainda foi levado à UPA pela guarnição; no entanto, após ser atendido, não resistiu e veio a óbito.

Na residência, os militares encontraram drogas similar a maconha, crack e cocaína.

Receba as notícias do RB1 em primeira mão pelo WhatsApp Clique aqui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.