Segunda, 16 de Maio de 2022
25°

Muitas nuvens

Santarém - PA

Saúde Sob investigação

Secretaria de Saúde de Rurópolis investiga morte de idoso com suspeita de dengue

Amostras de sangue da vítima de 81 anos foram enviadas para Santarém e seguem sob avaliação. Outros dois municípios paraenses investigam casos suspeitos de sarampo e febre amarela. Saiba quais são os sintomas e como se prevenir.

25/04/2022 às 20h03 Atualizada em 25/04/2022 às 21h10
Por: Inácio dos Santos Fonte: Da Redação/RB1
Compartilhe:
Emergência do Hospital Municipal de Rurópolis. (Foto: Divulgação).
Emergência do Hospital Municipal de Rurópolis. (Foto: Divulgação).

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) de Rurópolis, no sudoeste do Pará, com o apoio do 9º Centro Regional de Saúde (9º CRS/SESPA), em Santarém (PA), está investigando uma morte suspeita de dengue no município. O paciente trata-se de um idoso de 81 anos que foi internado no hospital municipal no dia 17 de abril e evoluiu a óbito no dia 20, última quarta-feira.

De acordo com Sérgio Renato de Sousa, Coordenador de Vigilância Epidemiológica de Rurópolis, o idoso tinha histórico de alguns problemas de saúde. Ele já havia sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e, ultimamente, estava bastante debilitado por conta de uma pneumonia que o atingiu recentemente.

O paciente deu entrada à unidade apresentando fraqueza e não estava se alimentando em casa. Ele foi submetido a um teste de COVID-19; no entanto, o resultado deu negativo. Diante disso, foi feito um hemograma; por meio do qual, observou-se um baixo nível de plaquetas em seu sangue.

Por esta razão, ele passou por um teste rápido para dengue, que somente é considerado triagem; ou seja, não é confirmatório, explicou Sérgio. Após isso, a sorologia foi encaminhada para o Laboratório Central do Estado (LACEN), onde está passando por análise, a qual detectará positividade ou não para a doença.

Casos suspeitos de outras doenças

Além do caso de dengue, segue sob investigação um suspeito de febre amarela e outro de sarampo em outros municípios do oeste do Pará. A suspeita de febre amarela é do município de Oriximiná; e a de sarampo, de Monte Alegre. Trabalho investigatório também ocorre com o apoio dos setores epidemiológicos de cada município.

Receba as notícias do RB1 em primeira mão pelo WhatsApp Clique aqui.

Atual índice de casos das doenças no Pará

Dengue

- 2020: 1.958 (1 óbito).

- 2021: 2.992 (2 óbitos).

- 2022: 672 (até dia 3 de março).

Febre amarela

- 2019: 3 casos evoluídos a óbitos.

- 2020: sem registro de casos e óbitos.

- 2021: 1 caso (1 óbito).

- 2022: 1 caso que evoluiu a óbito.

Sarampo

- 2019: 403 casos.

- 2020: 4.015 casos.

- 2021: 120 casos confirmados.

Sintomas, profilaxias e tratamentos das doenças

Dengue

A dengue é uma doença causada por vírus da família flavivírus. Ela é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti

- Sintomas: febre alta; dor de cabeça; dor atrás dos olhos; perda do paladar e apetite; náuseas e vômitos; tonturas; extremo cansaço; manchas e erupções; moleza e dor no corpo.

- Profilaxia: a melhor maneira de evitar a dengue é eliminando água parada em vasos, pneus, garrafas plásticas, piscinas etc.

- Tratamento: não existe tratamento específico contra da dengue. No entanto, recomenda-se tomar muito líquido para evitar desidratação e utilizar medicamentos, sob orientação médica.

Febre amarela

A febre amarela é causada pelo arbovírus da família Flaviviridade. O principal vetor da doença ao homem é o mosquito Aedes aegypti.

- Sintomas: calafrios, febre súbita, dor nas costas, dor de cabeça, dor no corpo, náuseas, fraqueza e vômitos.

- Profilaxia: manter os cuidados para evitar a proliferação dos mosquitos, por meio de ruas e casas limpas sem água parada.

- Tratamento: a melhor maneira de prevenir é através da vacinação.

Sarampo

É uma doença grave causada por vírus e pode ser fatal. A transmissão do sarampo se dá principalmente através da tosse, fala, espirro ou respiração do paciente próximo de pessoas não infectadas.

- Sintomas: irritação nos olhos; febre acompanhada de tosse; nariz escorrendo ou entupido; mal-estar intenso; dor na garganta; manchas vermelhas na pele.

- Profilaxia: evitar contato com o doente.

- Tratamento: vacina é a única maneira de evitar o sarampo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Rurópolis - PA
Sobre o município Notícias de Rurópolis - PA
Santarém - PA Atualizado às 22h29 - Fonte: ClimaTempo
25°
Muitas nuvens

Mín. 24° Máx. 30°

Ter 30°C 23°C
Qua 29°C 24°C
Qui 28°C 23°C
Sex 27°C 23°C
Sáb 29°C 21°C
Anúncio
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio