Segunda, 16 de Maio de 2022
25°

Muitas nuvens

Santarém - PA

Geral energia

Equatorial cresce 3,5% na energia transmitida no 1° tri de 2022

A Equatorial apresentou um aumento na energia injetada de 2%, um aumento na energia distribuída de 3,5% que levou a uma redução no nível de perdas em 3%.

25/04/2022 às 14h49
Por: RB1Notícias
Compartilhe:

São Paulo - A Equatorial Energia divulgou na sexta-feira (22) a prévia dos resultados operacionais do primeiro trimestre de 2022. A companhia cresceu 3,5% na energia transmitida nos mercados cativo e livre, chegando a 8,6 milhões de megawatts hora (MWh). O maior crescimento foi no mercado livre de energia, alcançando 1,4 milhão de MWh, um aumentou 12,2% em comparação ao mesmo período de 2021.

Entre os consumidores livres, a maior alta foi no segmento comercial, com crescimento de 20,3% em relação ao primeiro trimestre de 2021. O consumo chegou a 509 mil MWh. No setor industrial, o alta de foi de 7,1%, com 806 mil MWh. Em outros segmentos, a alta foi de 21,8%, com 60,6 mil MWh.

No mercado cativo, a alta foi de 2%, para 7,2 milhões de MWh, com alta nos setores residencial de baixa renda (10,8%), outros (4,3%) e comercial (2,6%). Na indústria houve queda de consumo de 7,9%, chegando a 300 mil MWh, e no residencial convencional a redução foi de 1,2%, somando 2,8 milhões de MWh.

No relatório, a companhia afirmou que houve um crescimento em todas as classes, sendo o destaque o segmento Comercial (+6,7%), demonstrando retomada do setor em comparação ao primeiro trimestre de 2021, seguido por Outros (+4,8%), refletindo principalmente a recuperação do consumo do setor público.

"Vale lembrar que em algumas regiões, ao longo do primeiro trimestre de 2021, foram retomadas algumas restrições no contexto de agravamento da pandemia, cenário que não se apresenta mais no período atual, com reflexos positivos no comparativo", destacou a companhia.

Individualmente, os destaques do trimestre foram os aumentos dos volumes da Equatorial Pará e do Rio Grande do Sul (CEEE-D), com um crescimento de 6,5% e 5,9%, respectivamente. A Equatorial apresentou um aumento na energia injetada de 2%, um aumento na energia distribuída de 3,5% que levou a uma redução no nível de perdas em 3%.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.