Sábado, 25 de Junho de 2022
29°

Poucas nuvens

Santarém - PA

Anúncio
Tecnologia Mundo da Tecnologia

Americanas, Submarino e Shoptime fora do ar: o que se sabe sobre a indisponibilidade das lojas online

Companhia dona das duas marcas identificou um 'acesso não autorizado' e suspendeu 'proativamente' os sites das duas lojas desde domingo e, nesta segunda (21), o Shoptime também saiu do ar; ainda não há previsão sobre retorno dos serviços.

21/02/2022 às 14h36
Por: RB1Notícias Fonte: G1 Tecnologia
Compartilhe:
Sites das lojas Americanas e Submarino estão fora do ar após
Sites das lojas Americanas e Submarino estão fora do ar após "acesso não autorizado"; lojas físicas seguem funcionando normalmente — Foto: Divulgação

Os sites das lojas Americanas e Submarino seguem fora do ar desde a madrugada de domingo (20). A Americanas S.A., dona das duas marcas, informou um "acesso não autorizado" em nota divulgada ao mercado e afirma que está trabalhando em uma solução. Na tarde desta segunda (21), um terceiro site da companhia, o Shoptime, também foi retirado do ar.

A instabilidade dos sites começou ainda no sábado (19), quando a Americanas S.A. fez um primeiro comunicado. Na ocasião, a empresa apontava que não havia evidências de de comprometimento das bases de dados. Os sites voltaram a ficar ativos, mas estão suspensos desde o domingo, momento em que a empresa soltou um segundo comunicado, atualizando as informações.

Na segunda mensagem, a Americanas S.A. informa que "voltou a suspender proativamente parte dos servidores do ambiente de e-commerce na madrugada deste domingo (20/02) e acionou prontamente seus protocolos de resposta assim que identificou acesso não autorizado".

Leia o comunicado completo abaixo:

Americanas S.A. (“Companhia”), em observância ao disposto na resolução da Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) n.º 44/21, em complemento às informações já divulgadas por meio do Comunicado ao Mercado de 19 de fevereiro de 2022, informa que voltou a suspender proativamente parte dos servidores do ambiente de e-commerce na madrugada deste domingo (20/02) e acionou prontamente seus protocolos de resposta assim que identificou acesso não autorizado. A companhia atua com recursos técnicos e especialistas para avaliar a extensão do evento e normalizar com segurança o ambiente de e-commerce o mais rápido possível. A Companhia reitera que trabalha com rígidos protocolos para prevenir e mitigar riscos. As lojas físicas não tiveram suas atividades interrompidas e permanecem operando.

Na manhã da segunda (21) as páginas apontavam para um aviso de que o serviço estava indisponível devido a uma "falha de DNS".

Por volta das 11h50, o site da Americanas foi atualizado com uma mensagem semelhante ao comunicado divulgado um dia antes, apontando que "por questões de segurança, suspendeu proativamente parte dos servidores do ambiente de e-commerce". O site do Submarino também foi atualizado com a mesma mensagem por volta das 12h50. Às 13h50 foi a vez do site Shoptime, que também pertence ao grupo, receber uma atualização com o mesmo aviso.

O problema também afeta os aplicativos das marcas. Ao acessar os apps, não é possível acessar produtos ou realizar compras (saiba mais abaixo).


Falha de DNS no site das Lojas Americanas — Foto: Reprodução

Procon Carioca pede explicações

Na tarde de segunda, o Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Carioca) notificou a Americanas a apresentar informações sobre as falhas em suas lojas virtuais. A companhia tem o prazo de 20 dias para esclarecer o caso ao instituto.

"Considerando que os e-commerces das Americanas são visitados diariamente por milhares de pessoas e com objetivo de apurar eventual violação aos direitos dos consumidores, o Procon Carioca instaurou a Averiguação Preliminar", explica o diretor executivo do Instituto, Igor Costa.

Veja o que se sabe e o que falta esclarecer sobre a indisponibilidade das lojas na internet.

O que se sabe até o agora:

Por que os sites da Americanas e do Submarino saíram do ar?

Em comunicado, a dona das marcas Americanas e Submarino explica que "a companhia atua com recursos técnicos e especialistas para avaliar a extensão do evento e normalizar com segurança o ambiente de e-commerce o mais rápido possível. A companhia reitera que trabalha com rígidos protocolos para prevenir e mitigar riscos. As lojas físicas não tiveram suas atividades interrompidas e permanecem operando".

Qual a relação entre Americanas e Submarino?

As duas marcas pertencem à Americanas S.A. O grupo também é dono das lojas físicas Americanas e Americanas Express, da loja online Shoptime e da fintech de pagamentos Ame, dentre outros.

O que é uma falha de DNS?

Quem tenta acessar as páginas, encontra um aviso de que o serviço está indisponível devido a uma "falha de DNS". O DNS (sigla em inglês para "Sistema de Nomes de Domínio") é uma espécie de "agenda de contatos" da internet. Ele é responsável por registrar quais números (endereços de IP dos sites) estão ligados aos "nomes de domínio" (como "globo.com").

A internet só funciona com números, então a "agenda" permite consultas (chamadas de "resoluções de domínio") para qualquer pessoa saber o número de IP do site que pretende acessar. Quando acontece uma falha, o acesso à página fica indisponível porque não é possível encontrar o caminho certo para chegar nela.

As lojas físicas foram afetadas? E os aplicativos?

Ao acessar aos aplicativos oficiais das marcas é possível navegar pela página principal das duas lojas, mas a ferramenta retorna a mensagem de "Falha na conexão", informando que "não foi possível conectar ao servidor. Por favor, verifique sua conexão com a internet".

De acordo com o comunicado da empresa, as lojas físicas não tiveram suas atividades interrompidas e permanecem operando.

A indisponibilidade afetou o Shoptime?

Até a tarde de segunda-feira, o Shoptime seguia funcionado. O consumidores podiam realizar login, acessar produtos e verificar o status de pedidos. No entanto, por volta das 13h50, o e-commerce também informava que, por questões de segurança, estava suspenso.

O que ainda falta ser explicado:

Houve ataque hacker?

A companhia não confirma que foi alvo de um ataque hacker, boato que tem rodado as redes sociais. O g1 questionou a marca sobre o assunto, mas não obteve retorno. Esse material será atualizado assim que houver mais informações sobre o tema.

Houve algum problema com os pedidos feitos no fim de semana?

A reportagem do g1 entrou em contato com o time de comunicação da Americanas S.A., mas ainda não há informações sobre essa possibilidade.

Houve comprometimento dos dados de consumidores?

No comunicado de sábado, a empresa declarou que não houve evidência de comprometimento das suas bases de dados. A empresa ainda afirma que as lojas físicas não tiveram suas atividades interrompidas e permanecem operando. O g1 reforçou a pergunta nesta segunda e deve atualizar esse material assim que houver uma reposta da companhia.

Receba as notícias do RB1 em primeira mão pelo WhatsApp Clique aqui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Santarém - PA Atualizado às 11h46 - Fonte: ClimaTempo
29°
Poucas nuvens

Mín. 23° Máx. 31°

Dom 30°C 22°C
Seg 31°C 22°C
Ter 32°C 21°C
Qua 32°C 22°C
Qui 30°C 22°C
Anúncio
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio