Segunda, 06 de Dezembro de 2021
26°

Muitas nuvens

Santarém - PA

Saúde Orientação

HMS reforça medidas de segurança no acesso a Unidade

A portaria está disponibilizando um crachá de identificação para acompanhantes, somente esse objeto manterá a permanência da pessoa dentro do Hospital.

16/11/2021 às 18h38 Atualizada em 16/11/2021 às 19h05
Por: Da redação Fonte: Ascom/ HMS
Compartilhe:
HMS reforça medidas de segurança no acesso a Unidade

 

A contínua melhoria nos processos de gestão do Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS) visa aprimorar o atendimento dos usuários, principalmente quanto à segurança dos mesmos. Diante disso, a direção da Unidade está reforçando as normas de acesso de pessoas às suas instalações, ou seja, somente com crachá de identificação será permitido que a pessoa fique dentro da Unidade. A nova política já está em processo de adaptação da comunidade.

A obrigatoriedade da norma interna funcionará plenamente a partir do dia 19 de novembro. As regras dizem sobre o uso do crachá durante toda permanência dos acompanhantes e visitantes no HMS. Nesse caso, quem for visto sem o objeto em local visível será convidado a sair da Unidade. Segundo a diretora geral, Christiani Schwartz, essa medida quer proteger os pacientes e colaboradores. 

Schwartz explica que, dentre outras diretrizes, o Plano de Segurança do Paciente (PSP) visa normatizar os procedimentos que a instituição adota para entrada, circulação no seu interior e saída de pessoas. “A segurança dentro do Hospital é uma prioridade absoluta”, afirma a diretora. 

Para Luís Costa, que está como acompanhante na clínica cirúrgica desde o dia 13 de novembro, a medida de segurança é válida e necessária. “Esse hospital é grande e com vários tipos de pessoas internadas, inclusive bebês. Saber quem está autorizado a estar dentro dele deixa todos em alerta caso tenha alguém maldoso ou até mesmo para evitar aglomeração de pessoas”, disse.

A política define, com clareza, os meios de identificação usados para segurança dos pacientes, funcionários, acompanhantes, prestadores de serviços e até dos visitantes. O coordenador administrativo, Rodrigo Lima, afirma que as atribuições de cada um no processo de identificação de quem circula pelas dependências do hospital estão bem estabelecidas. 

“Inclusive estamos falando novamente sobre o horário de troca de acompanhante que é das 7h às 8h e das 18h às 19h, além da liberação para saída na hora do almoço. Todos estão recebendo o crachá e a partir desta sexta-feira será obrigatório”, finalizou.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.