Terça, 07 de Dezembro de 2021
26°

Muitas nuvens

Santarém - PA

Polícia POLÍCIA

Duas mortes em menos de seis horas: homicídios aterrorizam moradores de Medicilândia

Uma das vítimas foi morta por golpes de faca, enquanto a outra foi assassinada a tiros, no centro do município

16/11/2021 às 15h46
Por: RB1Notícias Fonte: O Liberal
Compartilhe:
Duas mortes em menos de seis horas: homicídios aterrorizam moradores de Medicilândia

O início da semana foi violento em Medicilândia, no sudoeste paraense, onde duas pessoas foram mortas no município, sendo um caso registrado no domingo (14) e outro na segunda-feira (15). Uma das vítimas foi assassinada com golpes de faca, enquanto a outra foi morta a tiros, no centro do município.

No primeiro crime, a vítima foi José Roberto Barbosa da Silva, morto por volta das 20h em uma região conhecida como Travessão do 120 Norte, na zona rural de Medicilândia. Segundo testemunhas, José havia sido vítima de um esfaqueamento na altura do peito, morrendo quase que instantaneamente. Ao lado do corpo, a arma que teria sido usado no crime foi achada: uma faca coberta de sangue. Não foram divulgados detalhes sobre o homicídio, mas o homem teria sido morto no meio de uma briga.

Horas depois, já na madrugada de segunda-feira, por volta das 2h, a Polícia Militar foi informada de um segundo homicídio, na sede do município. Erinaldo Barrozo Pinto foi morto a tiros na avenida Marcos Freire, em uma região conhecida como Baixão do Jacaré.

Moradores da região contaram que Erinaldo estava bebendo na casa de amigos quando um homem, sem identificação, chegou e efetuou dois disparos de arma de fogo contra ele, que  teve a morte confirmada ainda no local. A Polícia Civil também foi informada sobre o caso e uma equipe esteve no local para a realização dos procedimentos cabíveis. Ambos os corpos foram removidos para o necrotério do Hospital Municipal de Medicilândia e de lá, para a Unidade Regional de Altamira do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves.

A reportagem tentou contato pelo telefone da delegacia de Polícia Civil de Medicilândia para saber mais sobre os crimes que aterrorizaram os moradores do município, mas não teve resposta pelo número divulgado no site. Pelo celular, policiais informaram que não iriam se pronunciar sobre os casos, e não foi possível apurar se alguém foi preso. Os habitantes de Medicilândia reclamam da falta de segurança no município nas redes sociais, e informam que há poucos policiais para atender a cidade, que vem sofrendo com casos de violência.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.