Quarta, 22 de Setembro de 2021
32°

Poucas nuvens

Santarém - PA

Geral Tarifa Social

Tarifa Social: Um direito de quem consome energia

A Tarifa Social de Energia, pode concede descontos de até 65% na conta de luz

20/08/2021 às 11h10
Por: RB1Notícias Fonte: Da Redação
Compartilhe:
Tarifa Social: Um direito de quem consome energia

O estouro de preço é consequência da crise hídrica que afeta os reservatórios das usinas hidrelétricas. O Brasil enfrenta a pior estiagem dos últimos 91 anos, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), fazendo necessário o acionamento das usinas termelétricas para suprir a queda de oferta.

Além disso, por conta da extensão territorial do estado e das distâncias a rede elétrica precisa se alongar ao máximo para atender uma pequena parte da população, o que dividiria esses altos custos entre poucos. Seria por isso que em alguns lugares mais habitados do Brasil a energia elétrica é “vendida” a um preço mais em conta devido a disponibilidade e facilidade de acesso à rede.

Para piorar, ainda há muita perda com os chamados “gatos”, que são as ligações ilegais. A energia consumida por essas residências que não pagam tem de ser paga por alguém, e acaba indo parar nos talões daqueles que se mantém dentro da lei.

Mas mesmo com aumento na tarifa, a população pode solicitar um desconto o consumo de energia, através do programa tarifa social.

As cidades que mais se destacam nesse ranking de potenciais beneficiários são Belém, com cerca de 35 mil potenciais beneficiários, seguida de Santarém com 15 mil; Ananindeua com 7 mil; Parauapebas com 6 mil; e Marabá, Altamira, Castanhal com uma média de 3 mil famílias que tem direito ao benefício de descontos na conta de luz. 

Essas famílias, segundo o levantamento, estão aptas, mas ainda não estão cadastradas junto à distribuidora. Para se cadastrar, o cidadão pode utilizar os canais que a empresa disponibiliza para o serviço:

• Por meio do atendimento via WhatsApp, no número (91) 3217-8200;

• Por meio do site, o www.equatorialenergia.com.br

• Por meio da central telefônica, no 0800 091 0196 ou também pode procurar uma das agências de atendimento presencial.

É importante destacar que não é necessário ser o titular da conta de energia para ter direito ao benefício.

Os beneficiários que são inscritos no CadÚnico, mas estão com dados desatualizados, precisam atualizá-los junto aos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) a cada dois anos, para não perder o benefício. 

O usuário pode verificar se o cadastro ainda está ativo pela Central de relacionamento da Secretaria Especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania: 0800 707 2003 ou consultar pelo aplicativo Meu CadÚnico, disponível para Android e IOS.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.