Quarta, 22 de Setembro de 2021
32°

Poucas nuvens

Santarém - PA

Saúde Homenagem

HMS realiza homenagens antecipada para pais internados e colaboradores

Um programação especial levou alegria e melhorou a autoestima dos pais que estavam no Hospital no dia de hoje, 7 de agosto.

07/08/2021 às 09h46
Por: Da redação Fonte: Ascom - UPA e HMS
Compartilhe:
HMS realiza homenagens antecipada para pais internados e colaboradores

 

Para celebrar o Dia dos Pais, que será comemorado no domingo (9), os papais internados nas clínicas e os colaboradores do Hospital Municipal de Santarém Dr. Alberto Tolentino Sotelo (HMS) foram surpreendidos no final da tarde de ontem, 7 agosto, com uma programação especial. As atividades foram organizadas pela equipe do setor psicossocial e começou pela manhã com um serviço de limpeza de pele, seguiu com um lanche da tarde e por fim teve a apresentação de voz e violão feita por dois voluntários do Instituto Beija-flor, que realiza ações solidárias na cidade.

A autoestima dos papais foi renovada ao receberem uma limpeza de pele. A ação foi realizada ás 10 horas em uma área externa do Hospital, cerca de 20 homens receberam o serviço gratuito de forma alternada. Por volta das 16 horas um lanche diferenciado foi servido aos colaboradores que têm filhos, onde houve homenagens e entrega de brindes. Para a assistente social da Unidade, Haila Ibanês, esse tipo de socialização com os funcionários tem um papel motivacional dentro do ambiente de trabalho.

O auxiliar de limpeza do HMS, Rocklaine Rodrigues, participou da programação e fez questão de dizer que a paternidade significa para ele.

“Ser pai é amar, apoiar, acompanhar, guiar e educar os filhos. É ser exemplo de amor incondicional e especialista em criar memórias para a vida toda”, enfatizou.

O momento que mais emocionou os papais internados foi a apresentação musical feita nas enfermarias das clínicas médicas e cirúrgicas. Cada um teve a oportunidade de pedir uma música que fizesse lembrar os bons momentos com os filhos, os louvores gospel foram as mais pedidas. Segundo a psicóloga do HMS, a iniciativa foi pensada com intuito de diminuir o que o hospital chama de despersonalização do paciente, ou seja, a perda da identidade de quem passa muito tempo longe de casa tratando uma doença.

 “Toda ação que envolva temas que liguem o paciente a memória da família pode ser considerado um ponto positivo na recuperação. O objetivo dessa programação foi fazê-los sentirem como pais e não apenas pacientes”, finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.