Cidades ALTAMIRA

Altamira: Jovem que estava desaparecida manda mensagem para família

Em áudio Mathelly diz que está com medo de voltar pra casa. No áudio a jovem cita professor da IFPA Altamira.

22/11/2020 16h29
Por: Bartolomeu Neto Fonte: Da Redação, RB1
Reprodução/Redes Sociais
Reprodução/Redes Sociais

A jovem Mathelly Aurora mandou um áudio de whatsapp para família neste domingo, (22), após quase dois dias de desaparecida, no áudio a jovem Mathelly Aurora diz que está com medo de que ela e a mãe sejam "atacadas" por um professor, cujo nome não foi revelado. A jovem ainda disse que chegou a pensar em se matar, mas desistiu. Apesar do áudio, a moça não disse onde estava.

Mathelly postou um texto antes de sumir, relatando um conflito com o tal professor. Falou de ameaças e humilhações sofridas por ela e mãe.

Entenda o caso

O desaparecimento de uma jovem em Altamira, chama atenção pelo fato de uma publicação em sua rede social, onde a mesma fala sobre suicídio e também sobre um possível conflito com um professor do Instituto Federal do Pará (IFPA) em Altamira.

Em uma parte da sua publicação a jovem pensa em tirar sua própria vida, pois segundo ela, não tem solução para seus problemas.

“Durante algum tempo condenei quem cometia suicídio, agora penso, que quem comete suicídio é quem nem não ver solução para um problema. Eu estou sofrendo muito, é não tenho solução para o meu problema.”

No texto publicado jovem falar que sua mãe é ameaçada e que sua casa pode ser invadida a qualquer hora.

“Minha mãe é ameaçada de morte, xingada, nossa casa não é respeitada, pode ser invadida a qualquer hora, até mesmo depois dessa publicação.”

Mathelly Aurora se identifica como aluna da IFPA Altamira e diz da sua infelicidade de pensar no nome "Professor do IFPA".

“Sou aluna da IFPA é nunca pensei que as pessoas que conhecesse lá, principalmente professores, fosse virar o motivo da minha infelicidade. Hoje eu tenho crise só de pensar no nome "Professor do IFPA".”

A jovem Mathelly Aurora diz em sua publicação que só queria que sua mãe tivesse paz, após ter criados os filhos sozinha, é finalmente ter conseguido uma casa. E continua dizendo que não adiante ir à polícia, professores federais podem fazer o que quiser é se esconder atrás do título "Eu sou professor do IFPA"

“Não adiante ir à polícia, professores federais podem fazer o que quiser é se esconder atrás do título "Eu sou professor do IFPA" eu só queria que minha mãe tivesse paz, após ter criados os filhos sozinha, é finalmente ter conseguido uma casa. Agora vivemos o inferno por causa de um PROFESSOR DO IFPA, não aguento mais viver e não poder fazer nada. Servidores federais são poderosos, é os professores  podem ser MONSTROS, disfarçados de professores bonzinho.”

Ela finaliza sua publicação pedindo ajuda para TV’s locais e para polícia.

“Canais de TV, Polícia Federal l, Meu DEUS me ajude! Não aguento mais tanto sofrimento. Será que tenho que morrer para conseguir PAZ?”

Até publicação dessa matéria, a jovem não tinha sido localizada. Qualquer informação sobre o paradeiro da jovem Mathelly Aurora ligar para 181 OU 190.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira - PA

Altamira - Pará

Sobre o município
Altamira é um município brasileiro localizado no estado do Pará, na Região Norte do país. Sua população estimada em 2018 era de 113 195 habitantes. Com uma área de 159 533,328 km², segundo o IBGE em 2017
Santarém - PA
Atualizado às 04h41 - Fonte: Climatempo
23°
Alguma nebulosidade

Mín. 24° Máx. 32°

23° Sensação
7 km/h Vento
100% Umidade do ar
80% (9mm) Chance de chuva
Amanhã (02/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quinta (03/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 34°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.