Cidades TV Liberal

Equipe da TV Liberal é mantida em cárcere privado dentro de igreja evangélica em Belém

Repórter e cinegrafista da TV Liberal foram ameaçados por um suposto pastor da igreja da Assembleia de Deus.

19/10/2020 17h28
Por: RB1Notícias Fonte: DOL
O caso aconteceu no último sábado (17) durante uma matéria na passagem Classe A, bairro Curió-Utinga. | Reprodução/Instagram
O caso aconteceu no último sábado (17) durante uma matéria na passagem Classe A, bairro Curió-Utinga. | Reprodução/Instagram

Direito cerceado, cárcere privado e ameaças foram algumas das condições vividas por uma equipe de reportagem da TV Liberal, afiliada à Rede Globo,em Belém, no último sábado (17). A repórter Nathália Kahwage e o repórter cinematográfico Wanderley Prestes foram vítimas de um homem identificado como pastor de uma congregação da igreja Assembleia de Deus.

O fato ocorreu durante a cobertura de uma reportagem que tratava sobre as consequências da chuva na passagem Classe A, bairro do Curió-Utinga, onde houve destelhamento da sede da igreja.

Nathália e Wanderley foram deslocados para registrar os estragos causados pela chuva. A ventania causou um destelhamento na igreja e as telhas caíram em cima de quatro residências na vizinhança. 

Para conseguir fazer imagens da situação, os jornalistas pediram permissão a uma pessoa que se identificou como obreiro e com autorização também da Defesa Civil entraram no local. Logo depois, um homem, se identificando como presidente da igreja e pastor, informou que a equipe não poderia sair do local até a chegada da polícia.

De acordo com o boletim de ocorrência, registrados pelos profissionais, a equipe foi impedida de sair do local, sofrendo cárcere privado e ameaças do suposto pastor, que não teve a identidade revelada. O homem ainda tentou pegar a câmera do cinegrafista que conseguiu sair do local e pedir ajuda a vizinhos.

Segundo a Assembleia de Deus em Belém, a igreja onde ocorreu a coação não é reconhecida pela congregação e o homem suspeito não é pastor. O caso foi registrado na Seccional da Pedreira.

Carro de restaurante onde time de Bruno comeu é apedrejado

Repúdio SinJor

Diante do fato, o Sindicato dos Jornalistas do Pará se manifestou e prestou total apoio a equipe de jornalismo, além de repudiar a atitude cometida pelo homem. "É inadmissível que a censura permaneça viva nos nossos meios de comunicação", dizia um trecho da nota.

Confira a nota na íntegra:

COMPOA

O Grupo de Pesquisa Comunicação, Política e Amazônia (COMPOA), da Faculdade de Comunicação e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Cultura e Amazônia da Universidade Federal do Pará (UFPA), também prestou solidariedade à jornalista Nathália Kahwage e ao cinegrafista Wanderley Prestes. A nota veiculada pelo grupo de pesquisa manifestou seu repúdio à violência sofrida pelos profissionais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Santarém - PA
Atualizado às 01h54 - Fonte: Climatempo
24°
Nuvens esparsas

Mín. 23° Máx. 31°

24° Sensação
4 km/h Vento
94% Umidade do ar
90% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (27/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 29°

Sol com muitas nuvens e chuva
Quinta (28/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.