Cidades Altamira

Instituições ajuízam ação e pedem a adoção de lockdown em Altamira

Na Ação Civil Pública pede a proibição de circulação de pessoas em todo o município de Altamira, exceto nos casos expressamente previstos em decreto, incluindo as atividades essenciais; além da apresentação de relatórios semanais da Vigilância Sanitária, enquanto durar o estado de pandemia.

19/05/2020 17h01 Atualizada há 5 dias
Por: RB1Notícias Fonte: ASCOM MPPA
Imagens de Internet
Imagens de Internet

Neste final de semana, o Ministério Público do Estado e as Defensorias do Estado e da União  ajuizaram ação que pede  adoção de lockdown – que é o bloqueio total da circulação – no município de Altamira, sudoeste paraense. O objetivo segundo a ação, é reduzir o aumento do número de casos de pessoas contaminadas pela covid-19, e também assegurar o direito à saúde e à vida das pessoas, as quais não contarão com acesso ao sistema de saúde pública de forma suficiente a todos. A cidade possui 197 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Dados de terça-feira (19).

Leia também: Avião agrícola atinge linhão da Eletronorte e deixa 10 cidades sem internet no Pará

Outro pedido feito na ação é que a Prefeitura Municipal de Altamira cumpra medidas destinadas à quarentena e ao isolamento social, para o enfrentamento à pandemia, incluindo, expressamente, a determinação de estender, pelo prazo mínimo de 15 dias, a suspensão de todas as atividades não essenciais à manutenção da vida e da saúde, conforme já expresso no decreto do Governo do Estado.

A Ação Civil Pública pede a proibição de circulação de pessoas em todo o município de Altamira, exceto nos casos expressamente previstos em decreto, incluindo as atividades essenciais; além da apresentação de relatórios semanais da Vigilância Sanitária, enquanto durar o estado de pandemia. 

Por fim, as instituições proponentes pedem a vedação da entrada de carros particulares e de pessoas que não possam comprovar residência no município ou que não desempenham trabalho essencial em órgãos públicos, excetuado o transporte de pessoas para atendimento de saúde, desempenho de atividades de segurança ou no itinerário para trabalho em serviços considerados como essenciais por decretos Estadual e Municipal.

Assinaram a ação os promotores de justiça de Altamira, Daniel Bona, Nayara Negrão e Paloma Sakalém;   a defensora pública do estado Andreia Macedo Barreto; e o defensor público federal, Paulo Sérgio Filho.

O número do processo para acompanhamento que tramita na 3ª Vara Cível de Altamira é o 0801189-03.2020.8.14.0005

Acesse aqui a Ação Civil Publica na íntegra.

Receba todos os dias no seu WhatsApp as principais notícias do Portal RB1 CLIQUE AQUI

 
1 comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Altamira - PA

Altamira - Pará

Sobre o município
Altamira é um município brasileiro localizado no estado do Pará, na Região Norte do país. Sua população estimada em 2018 era de 113 195 habitantes. Com uma área de 159 533,328 km², segundo o IBGE em 2017
Santarém - PA
Atualizado às 01h08 - Fonte: Climatempo
24°
Alguma nebulosidade

Mín. 23° Máx. 31°

24° Sensação
2.7 km/h Vento
100% Umidade do ar
80% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (26/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 30°

Sol com muitas nuvens e chuva
Quarta (27/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias